Arquivo da categoria: Sem categoria

Velha amiga

  Desejei alcançar as estrelas, invadir o infinito, voar… Desejei me entregar ao vento, ao mar, e a noite. Quis refazer minhas idéias, não pensar por alguns instantes, esquecer e quem sabe, acabar com essa dor. Destilar minha alma e … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Quem é você?

O que te define? São as escolhas, o modo que olha para a vida? Suas Roupas, ou seus sapatos? Teus erros e acertos? Ou a louca vontade de viver? Olhar para o céu vez em quando,  pode dizer muito de … Continuar lendo

Publicado em Poesia, Sem categoria | Deixe um comentário

Por fim, o fim…

Então, chegamos a mais um ano concluído. Sem pendências para 2016 deixo apenas a ficção das palavras em 2015. Faço guerra com minha imagem no espelho e me despeço com um beijo rosa. Posso dizer que este ano vivi de … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Pensamentos em uma noite fria.

A possível entrada de uma nova mudança pode começar com um simples gestos de querer que esta mudança se torne realidade. As vezes não é só pensar positivo para as coisas darem certos, é preciso dar passos significativos para que … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Coisas pra inspirar….

Flores amarelas. Beijos na chuva. Castelos de areia. Balões no céu, mar em mar, astronauta, luas em manhãs… Cestos de frutas, casinhas de palha, canções poetas, lápis de cor. Chá de hortelã em noites frias com Lenine. Paris pra sonhar. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Quando não há mais forças….

há certos lugares em nossas vidas que guardamos sem qualquer cerimonia. Posso dizer que é nosso lugar sagrado, nossa cabana velha ou nosso esconderijo secreto. Todos nós, em nossa infinita humanidade temos este espaço. Não importa se estamos na presença … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

A menina que pintava sonhos

Tardes de frio e calor, sempre foi assim quando se tem você por perto. É chuva com sol, é chá com limão. Seu olho verde e o outro azul. Me encanta teu andar. Seus dedos pequenos agarrados as cordas do … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

A última dança

Dança a bailarina, dança leve e suave. Escorre o suor do esforço dado. Escorre a vida, as certezas e incertezas. Via-se o medo, o desespero em cada passo em cada peso. O peso da dor e da saudade. Ela dança … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário