O amor e outras coisas mais…

169407_53131.jpg

Aviões de papel, tranças ao vento e cheiro de tortas de amora em tardes de inverno.

É assim que resumo a palavra Amor…

Quando a vi, soube, que me apaixonaria perdidamente.

Quando a beijei, descobri o infinito.

E quando senti seu abraço, percebi que jamais poderia viver longe dali.

Fiz as malas e morei em seu coração. Desisti da escola, pois a vida me ensinaria.

Desisti do emprego, só para viver de amor.

Esqueci a gravata em cima da estante e deixei os balões levarem seu buquê.

Para que mesmo as flores? Se seus sorrisos embelezariam os meus dias…

Largamos tudo e fugimos, pegamos o primeiro balão e partimos. Voamos para um lugar chamado Terra dos sonhos…

E lá sonhamos, e realizamos os sonhos mais lindos.

Compramos uma casinha a beira mar, vendemos estrelas, colhemos amor todos os dias.

Esquecemos que celulares existem e passamos a nos falamos todos os dias por mensagens, em aviões de papel.

Pezinhos nervosos correm pela nossa casa, e há mãozinhas espalhadas pelas nossas paredes cor marfim.

O silencio que havia em nós, hoje é abalado por risadas frenéticas de um serzinho banguelo.

E aquela vontade de querer saber o futuro, já não existe mais, pois és meu futuro, meu passado e meu maior e grande presente!

Eliane Santos

Esse post foi publicado em Poema. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s